Nascido em uma importante família de artesãos têxteis na Alsácia, na França, Jean Schlumberger (1907–1987) por fim chegou a Nova York. Em 1956, ele foi contratado pelo presidente da Tiffany & Co., Walter Hoving, como vice-presidente da empresa. Um estúdio de design especial e um salão foram decorados de acordo com as especificações do designer e, com uma fonte ilimitada das melhores pedras coloridas a seu alcance, Schlumberger criou algumas das joias mais incríveis de sua carreira.

Com uma paixão pela inovação, Schlumberger recebeu várias honrarias e prêmios no mundo da arte e da moda. Ele foi o primeiro designer de joias a ganhar o cobiçado Coty American Fashion Critics’ Award em 1958, e o Musée des Arts Décoratifs em Paris – que abriga os designs originais de Schlumberger – o homenageou com uma retrospectiva chamada “Un Diamant dans la Ville” em 1995. Esse tributo póstumo foi apenas a terceira vez que um designer de joias foi homenageado pelo museu.

 

Em seus últimos anos, Jean Schlumberger voltou para Paris, a cidade que despertou sua alma artística. Ele faleceu em 1987, com 80 anos, deixando um legado de criações de joias magníficas e encantadoras.